GCG Podcast #008: Frustração Gamer

Cast008-FrustraçãoGamer

Download | Feed | iTunes
Arte da vitrine: Rodrigo Estevão
Edição: Diogo Moura

Amigos Gamers! Estamos de volta com mais um programa temático! Diego Ferreira, Diogo Moura e Rodrigo Estevão vão chorar todas as suas mágoas e frustrações gamers! Você queria que no jogo tivesse uma cobra e quem apareceu é o deus do trovão fake? Você já perdeu todos os saves de Final Fantasy? Você trocou um videogame e não deu certo? A ansiedade é a maior inimiga de um gamer? Você mandou cartinha para revista de videogame e foi detonado? Você tem um trauma de jogar contra? Confiram todo esse chororô neste episódio!

Deixem os seus comentários aqui na postagem ou no nosso facebook. Quais são as suas maiores frustrações gamers?

Menção:

Carta de Rodrigo Estevão para Ação Games

Curtiram? Ajudem espalhando o conteúdo e avaliando na iTunes Store.

8 comentários sobre “GCG Podcast #008: Frustração Gamer

  1. A minha frustração foi o Metal gear Solid : Grounds Zero, eu tinha jogado para Play 1 e foi a minha segunda compra no PS4. Poha quando comecei a jogar, gráfico maneiro e tal passei da minha primeira missão esperando a segunda fase, descobri que a merda do jogo não é de fase o jogo ainda tem conquistas impossíveis. Já faz 6 meses que desisti de jogar.

    Grande abraço galera.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Fala galera gamer.
    Assim como um bom gamer que sou (pero no mucho), também passei por diversas frustrações nessa trajetória de estragar televisores de tubo.
    Não me orgulho muito, porém não existia jogo difícil na minha infância. Os detonados e “game sharks” da vida, sempre me fizeram uma criança bem menos frustrada. Entretanto, os jogos da série mega man me fizeram estragar alguns controles do super nintendo, e jogar street fighter com aquele primo apelão, me renderam alguns hematomas por tentar levar as lutinhas para a vida real.

    Gostei da proposta do podcast e desejo sucesso com os novos lançamentos de episódios. Ganharam mais um ouvinte.

    PS1: Também fui enrolado em negociações gamer.
    PS2: O momento que vi que eu não era verdadeiramente gamer, foi quando vendi um nintendo 64 que eu tinha de relíquia para dar um presente para minha namorada na época. Me senti muito frustrado na época, mas não me arrependo pois hoje estamos casados.

    Curtido por 2 pessoas

    • Obrigado Marcellus! Seja bem-vindo ao Gamer Como a Gente! E obrigado pela participação!

      Realmente detonados e game sharks sempre reduziram ao máximo a frustração dos gamers, contudo alguns jogadores podem até negar a utilização de tais recursos. Não é, Rodrigo Estevão?

      PS1: Isso realmente é triste porque mostra uma desunião no meio gamer. São trouxas.
      PS2: Você trocou a relíquia por um presente eterno. Acho que foi uma boa troca. 😉

      Curtido por 1 pessoa

      • Nunca usei game shark.

        Me emocionei aqui com a troca do nintendo 64 pelo presente pro grande amor. Muito bom, Marcellus! Com certeza com o dinheiro foi capaz de comprar uma jóia da Tiffany.
        (nota pro DIogo: Se tivesse vendido um videogame da SEGA só ia conseguir comprar uma paçoca e uma bala juquinha.)

        Curtido por 1 pessoa

Abra seu coração gamer

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s