A cidade dos andróides

Amigos Gamers! David Cage está de volta com mais um filme! Quero dizer, jogo interativo! A Quantic Dream anunciou na coletiva da Sony na Paris Games Week, Detroit: Become Human.

Detroit

O game contará a história de Kara, uma andróide consciente, após ela escapar do laboratório onde estava. O enredo se passará em Detroit (não diga!) e a cidade é conhecida como Cidade dos Andróides. Nada foi muito revelado, porém o hype já começa, pois é um assunto muito interessante e com várias abordagens possíveis. Por favor, David Cage, capriche!

Alguns gamers mais perspicazes vão se lembrar do tech demo de PS3, que era intitulado “Kara”. Confiram abaixo:

Ah, e como não poderia deixar de ser, quem quiser conhecer outras obras da Quantic Dream; Heavy Rain e Beyond Two Souls sairão em versão remaster para PS4. Ainda sem  data prevista, no entanto.

Segue trailer de Detroit: Become Human

Imediatamente ao ver este trailer me veio a cabeça um livro que li há algum tempo atrás, chama-se Lágrimas na Chuva, da escritora espanhola, Rosa Montero. Recomendo fortemente.

Tears

O título é uma óbvia referência ao filme Blade Runner, mas a obra não se limita a apenas isso. Rosa se utiliza da obsessão dos replicantes pela morte e pela construção de memórias como parte da imaginação e identidade própria. Esses elementos são percebidos tanto na obra cinematográfica, quanto no livro original de Philip K. Dick (Do Androids Dream of Electric Sheep?)

O livro começa de uma maneira simples, mas que dá todo o tom:

“Bruna acordou sobressaltada e lembrou que iria morrer.”

Bruna sofre da mesma doença que todos os andróides sofrem, um tipo de tumor. Onde ao atingir certa idade, o corpo começa a se deteriorar e morrer. Bruna é um andróide de combate, aposentada. Porque depois do período de 14 meses de gestação um andróide tem a aparência de um humano de 25 anos. E como é muito custoso esse processo, o replicante deve trabalhar durante 2 anos para a empresa que o construiu para depois ser efetivamente liberado. Realizando trabalhos particulares de investigação, ela aguarda sua morte nos 10 anos restantes de sua vida.

A história se passa num momento onde a sociedade está numa onde anti-tecnologia, em contraponto aos replicantes que tentam entender o seu lugar na sociedade e o que de fato os diferenciam dos humanos. Bruna é contratada para desvendar uma série de assassinatos de andróides que são realizados por outros andróides que entram num frenesi, e ao final do ato, eles se matam.

Enquanto não sai o jogo, vão lá conferir o livro que definitivamente vale a pena!

Quem quer ser um cineasta?

David Cage tem um sonho. Um sonho de transformar os games em um filme. A perfeita integração entre interação e emoção, vivenciar uma experiência como nunca antes. Ele acredita que a tela de game over é uma falha do desenvolvedor ao criar uma situação em que o jogador não consegue ser bem sucedido. Ele criou a Quantic Dream para poder perseguir esse sonho, ainda que alguns acreditem de que ele se trata de um tolo no design dos games ou como conta as suas histórias, a verdade é que ele está tentando fazer algo de diferente com essa mídia que todos nós amamos.

4 dias

Há 3 dias atrás a Quantic Dream lançou um site chamado A Chilling Feeling, onde constava apenas um contador regressivo de 7 dias. E mais nenhum anúncio foi feito. Mas, as palavras ao fundo davam uma dica importante, eram os temas de Fahrenheit: Indigo Prophecy. Hoje, aparece no site da Amazon uma listagem de venda de um remaster deste jogo que quebrou diversas barreiras quando foi lançado. Por ora, apenas para PC e MAC. Mas creio que podemos especular que haverá uma versão para os consoles. O link pode ser acessado aqui: Fahrenheit: Indigo Prophecy Remastered

Indigo

Em 2005, Fahrenheit trouxe uma história intrigante e com uma jogabilidade nada convencional. Nova Iorque encontra-se em estado de choque por conta de uma horrenda série de assassinatos. As mortes ocorrem de forma ritualística e parecem seguir o mesmo padrão: pessoas normais entram em um transe hipnótico e matam completos estranhos em locais públicos. Lucas Kane, o protagonista, acorda de um transe em um banheiro público, totalmente encharcado de sangue e percebe que apunhalou um homem até a morte. E agora o que ele faz? O jogador decide como prosseguir. Terá sangue frio para esconder as pistas, ou sairá correndo em desespero? A polícia não tarda para descobrir a vitima e envia os detetives Carla Valenti e Tyler Miles para investigar. Um dos grandes pontos cruciais do jogo é justamente o fato de que você assume o controle de Lucas e dos policiais. E agora, como você irá proceder?

Fahrenheit foi bem recebido tanto pela crítica como pelos gamers, e agora temos uma nova chance de vermos uma versão remasterizada e sem cortes, e como já está se tornando um padrão destes remasterizados, existe a possibilidade de se alternar entre os gráficos atualizados e os originais.

Aguardemos!