Artigo: BGS 2016 – Povão Kombat 2!!!

BGS-64.jpg

Gamer de verdade não quer saber se vai ficar em filas intermináveis até cansar, não quer saber se vai ficar procurando o que comer sem ter onde sentar, gamer de verdade não quer saber se o chão está limpo ou sujo – coloca a calça surrada e senta no chão sujo mesmo! Dia da imprensa é tudo lindo e belo, mas a organização do evento é posta a prova mesmo é no dia do povão, que até a edição do ano passado estava mais cansativo do que matar o Shao Kahn na dificuldade hard! (exagero, nada é mais difícil que o Shao Kahn no modo hard…).

Choose your destiny

Ano de 2016 é ano de casa nova! Depois de quatro edições sendo realizado na Expo Center Norte, a organização resolveu mudar a local do evento para um local maior, a Expo São Paulo. Local foi recém-reformado e fica um pouco mais distante para os gamers de outros estados, já que fica mais distante da maior rodoviária da cidade, além disso, por ser a primeira vez da realização do evento no local, já esperava por algum tipo de problema. Mas fico feliz em afirmar que foi a BGS mais bem organizada de todos os tempos!

BGS-57.jpg

Todos os pontos negativos da feira do ano passado foram prontamente solucionados esse ano. Como já citado no artigo anterior sobre a BGS (clica aqui ó!) a disposição dos estandes ficou bem melhor organizada esse ano, o maior espaço do novo local foi vital para que os corredores da feira fossem bem grandes perto dos estandes mais concorridos, isso no dia do povão fez uma diferença enorme! Mesmo próximos ao estande da Sony e da Microsoft o transito de pessoa fluía muito bem e nenhuma parte da feira estava intransitável como nas edições anteriores.

Houve também um bom senso em relação a disposição dos dois maiores estandes da feira, o que já era pedido desde a edição 2012, deixaram de colocar os estandes da Sony e Microsoft frente a frente e sim lado a lado. Isso fez com que as filas dos estandes não se misturassem e se concentrassem no centro do corredor principal e isso não tirou a mobilidade do corredor nem mesmo nos horários onde a feira estava mais cheia. Sem dúvidas o melhor acerto em termos de conforto da organização.

BGS-63.jpg

Outro ponto a se destacar é a entrada da feira, poucos minutos após a abertura dos portões, a fila na entrada já era muito reduzida e conforto para os que chegaram cedo era razoável, já que o local era coberto (embora não tão coberto como na edição do ano passado por exemplo). Ônibus da feira buscavam os visitantes na saída do metrô e isso também facilitou a chegada ao local da exposição.

O ponto negativo do local é a saída para veículos, todos os carros que chegavam ou saiam do evento tiveram que passar pela mesma rotatória e na hora da saída tudo fica pior já que o prédio-garagem ao lado do evento tem duas saídas desembocando na mesma rotatória. Resultado, pelo menos 40 minutos para conseguir sair do local da feira.

Test your might! (Esse ano, nem tanto)

BGS-61.jpg

Todos os anos, os gamers tem uma provação, as filas para jogar os jogos…

No ano passado, no dia do povão só consegui jogar três jogos nos estandes mais movimentados. Jogar algo no estande da Sony era algo quase impossível! Mas esse ano meus amigos, finalmente as coisas mudaram.

Pelo lado da Microsoft, tudo estava tão organizado como sempre. Filas bem arrumadas, tempo de espera moderado e atendentes sorridentes defendendo a marca da empresa. O grande problema sempre foi para os lados do Playstation.

Mas esse ano, além de ter o estande mais bonito da feira, a Sony também fez o seu dever de casa na organização. Todos os jogos tinham tempo pré-determinado para jogar, nada mais de ver o cara passar 50 minutos jogando até morrer. Também existiam muitas estações para jogar os jogos mais concorridos onde pelo menos 20 pessoas entravam de uma única vez, isso fez com que as filas tivessem tempo estimado de espera. Muito mais conforto para se planejar aonde gastar seu precioso tempo.

BGS-50.jpg

Além disso, até mesmo os pequenos estandes conseguiam se organizar e suas filas jamais atrapalhavam o trânsito de pessoas nos corredores. É um orgulho dizer que finalmente a BGS chegou a um ponto aceitável de conforto, mesmo com grandes públicos.

Finish him!

Grandes acertos de organização, jogos exclusivos para se jogar, conforto na movimentação de pessoas e variedade incrível de coisas para se fazer e se comprar (Deck do Magic comprado! Só falta saber jogar) deixam a feira cada vez mais atraente para o público gamer,.Mais do que nunca, recomendado!

BGS-19.jpg

Abra seu coração gamer

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s