Artigo: O poder bélico faz a superpotência.

agjqryckemlwvzkhxjrz

-Senhor, o inimigo tomou 90% do nosso território. Estamos próximos da aniquilação.

O soldado adentrou arfando pela sala do general T. Kalinske.

– Não entendo senhor – continuou o soldado – temos franquias de sucesso como o Alex Kidd, ele tem até a roupa vermelha e obviamente uma música melhor, porque não conseguimos tomar mais territórios senhor?

O general T. Kalinske levanta de sua cadeira de couro e observa a janela, fita ao longe como quem mede o terreno que poderia alcançar.

– É quase impossível abater o inimigo com o que temos, eles detém o poder bélico do mundo utilizando do medo e da trapaça soldado – virou-se dramaticamente o general olhando para seus subordinados – Konami, Capcom, dentre outros fabricantes de projéteis estão sob suas asas imperialistas, elas tem a promessa do inimigo que serão dizimadas caso nos forneçam armamento para a guerra.

– Complemento senhor que eles também monopolizaram os postos avançados de distribuição da nossa ideologia senhor. – O Coronel Nielsen interrompeu polidamente a palavra do General – Postos avançados, como o Walmart, se recusam a distribuir nosso produto de guerra. São igualmente chantageados pelo nosso inimigo. Dizem que não podem abrir mão de uma base tão grande de consumidores e pedem para que não incomodemos mais – o coronel respirou fundo e engoliu seco – Dizem que é melhor desistirmos senhor.

– Que esperança temos senhor? Será que é o fim? – O soldado parecia triste e incrédulo na capacidade do seu líder. – Notícias do front dizem que uma das pátrias que atacavam diretamente nossos inimigos caiu e alguns deles tentam esconder algumas armas secretas para atacar posteriormente.

– Que armas são essas? – Perguntou T. Kalinske.

– Dizem que o antigo império está criando uma arma mais potente que o 8-bits deles, dizem que se chamará Jaguar – Coronel Nielsen disse temeroso – Se obtiverem sucesso, seremos facilmente destruídos senhor.

General Kalinske sorriu – Estão obliterados antes mesmo de se erguer para guerra, esse não é o caminho.

– Parece tranquilo senhor, o que tem em mente? Já não tentamos de tudo? – Coronel Nielsen chamou a atenção de todos com a indagação rude.  Parecia óbvio que não havia saída para a derrota iminente.

– Recebi uma ligação de nossa base oriental. – General T. Kalinske olhou todos com brilhos nos olhos. – Nós temos uma arma em desenvolvimento, não se trata de um canhão melhorado de 16-bits, se trata de uma arma capaz de rivalizar com a arma mais poderosa deles.

– Rivalizar com a bomba vermelha? A M. World 3? – Disse o coronel Nielsen

-Não – General Kalinske sorriu – Ela rivalizará com a bomba vermelha nova do canhão de 16-bits que eles estão desenvolvendo, o S.M.World.

– Deuses! – Exclamou o Soldado – Rivalizar o S.M. World!??

– Não consigo acreditar nisso general! – Exclamou coronel Nielsen – Como se chama essa arma?

General Kalinske olhou novamente pela janela e ficou alguns segundos calado, voltou-se para seus subordinados e sorriu com o sorriso mais brilhante que conseguiu ter.

– É a arma que vai nos ajudar a conquistar o território do antigo Império Atariano, a arma que eles irão temer, a arma que o povo irá adorar e deixarão de temer a chantagem do nosso inimigo, a arma que será finalmente temida por eles! Mais do que um canhão de 64-bits! Mais do que um novo periférico! Mais até que a nossa invasão no Walmart! – General Kalinske sentou-se novamente, cruzou os dedos sobre a mesa e disse de forma confiante.

– Chamem-no por enquanto de “Ouriço azul”.

Sonic_X_-_Logo

Esse pequeno texto é uma homenagem a arma lançada pela SEGA 25 anos atrás, no dia 23 de junho de 1991, na guerra dos consoles contra a Nintendo. O único mascote capaz de rivalizar com um certo bigodudo e que pode ser, sem sombra de dúvidas, chamado de “o único a quem ele temeu”.

Sonic marcou a arrancada da SEGA na conquista do território americano quando a empresa chegou a dominar mais de 55% do mercado, abriu as portas do mercado varejista para a venda do Mega Drive, antes restrito aos produtos Nintendo e superou o encanador em popularidade no início dos anos 90 nos EUA.

Parabéns Sonic! Aqueles que amam os games te saúdam!

tomkalinskeprofilepic

5 comentários sobre “Artigo: O poder bélico faz a superpotência.

Abra seu coração gamer

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s