Artigo: A obsolescência programada chegou aos videogames?

obs 1

Quando os videogames eram feitos para durar…

Na década de 20, algumas empresas fabricantes de lâmpadas decidiram em comum acordo diminuir a durabilidade de seus componentes de 2,5 mil horas de uso para apenas mil. Isso fez com que as pessoas tivessem que comprar três vezes mais lâmpadas no mesmo período de tempo. Após a crise de 29 e os anos pós-guerra, as empresas passaram a criar produtos que duram cada vez menos para forçar o consumo maior.

Existem dois tipos de obsolescência programada: a funcional, que é exatamente o caso da lâmpada – O produto é feito para durar certo tempo e depois parar de funcionar, tendo muitas vezes o seu conserto mais caro que um produto novo. – e a obsolescência percebida – novas versões do mesmo produto são lançadas o tempo todo forçando a queda de preço para revenda da versão anterior e estimulando a compra de uma nova versão.

Esse segundo caso é o mais comum entre aparelhos eletrônicos, e parece que chegou aos videogames.

PS4 NEO: Golpe no seu bolso?

obs 6

Será que temos um Polystation 4 nas mãos?

A Sony faz seus “aperfeiçoamentos” nos seus videogames desde o primeiro Playstation, O PSOne era um modelo mais barato do Playstation original e bem pior em todos os aspectos, a não ser que era menor que seu antecessor. O mesmo se deu ao modelo Slim do PS2, que já vinha com o modem embutido. Se você tinha o modelo “tijolão”, era obrigado a comprar o modem por fora, além do HD.

Poderíamos considerar que a adição do modem no modelo Slim do PS2 seria um avanço tecnológico, mas eu vejo como uma adaptação ao mercado. O Xbox original já tinha o modem embutido enquanto o Sega Dreamcast também já possuía o modem mesmo sendo lançado anteriormente.

Então vemos o temor sobre o PS4K…

Pelas configurações da “atualização” do PS4 anunciados pela Sony como PS4 Neo, todos os atributos foram melhorados. CPU, GPU e memória Ram serão sensivelmente melhorados, fazendo com que a Sony exigisse de seus desenvolvedores jogos rodando no mínimo a 1.080p a 60fps. Isso fomentou dúvidas nos usuários de PS4 original sobre os jogos criados para o NEO. Será que seremos obrigados a comprar um novo videogame para podermos jogar os novos jogos?

Segundo as normas da Sony enviadas para seus desenvolvedores, não. Pelo menos por enquanto, a Sony exige que os jogos tanto para PS4 quanto para o NEO sejam os mesmos, apenas com opção de renderização em 4K para o novo console.  Periféricos, assinatura da PSN, saves, loja de PSstore serão rigorosamente as mesmas, exceto pelo fato de jogos vendidos na PSN terem destacados as funcionalidades para o NEO.

Não chega a ser novidade esse tipo de melhoramento, logicamente que em menor escala, houve também adaptações nos jogos de PS3 para rodar em 3D e nos jogos de PS2 para aceitarem ao vídeo componente, mas em nenhum dos casos tivemos uma mudança de hardware/software para essas mudanças. Parando para pensar, já existia a tecnologia 4k no lançamento do PS4, então porque razão o videogame já não tinha suporte para essa resolução?

Prováveis motivações

obs 2

Ao que parece, existem dois grandes motivos para a mudança de hardware do PS4, um dos principais motivos é o lançamento dos óculos de realidade virtual. Supostamente, testes do Playstation VR mostraram desconforto e enjoos em jogos com menos de 1080p e 60fps. Mas sinceramente esse não me parece o principal motivo. O atual PS4 consegue rodar jogos a 1080p e 60fps, não seria motivo para criar uma nova versão com mais potencia, então qual seria esse motivo?

Recentemente, a AMD anunciou uma nova linha de chips gráficos denominada Polaris. Esse novo chip tem tecnologia 14nm FinFET que promete um consumo muito inferior ao chip anterior de 28nm, que deixará de ser fabricado, porém, ele também é superior em todos os quesitos de velocidade, renderização, frequência de GHZ…

Incluindo aí a capacidade de rodar filmes ultra HD em 4k.

A Sony foi diretamente afetada por essa notícia. O chip de processamento do PS4 é justamente o AMD de 28nm que existia no mercado desde 2011.

Então a empresa japonesa só tem duas opções – ou atualiza o processador para a nova linha Polaris da AMD ou passa a fabricar o próprio chip – como é mais viável a primeira opção, nada mais justo do que utilizar 100% das novas funcionalidades do novo hardware.

Infelizmente, para os antigos usuários de PS4, podemos esperar por jogos aonde seremos excluídos da capacidade de ter a máxima experiência que um jogo pode ter, é realmente como se tivéssemos um PS4.5, mas isso é longe de ser uma novidade.

Se você não tinha uma TV com entrada de vídeo componente, já não poderia ver os melhores gráficos do PS2 por exemplo.

Porém, o que realmente incomoda é que se você tivesse a televisão correta, a funcionalidade já estava lá no PS2 original, o que não acontece agora. Ainda que você compre uma televisão 4k, terá que comprar um novo console para explorar a nova funcionalidade. O que desvaloriza muito a revenda do modelo antigo do console por exemplo. Em dois anos, quando for comum a aquisição de uma TV 4k, veremos PS4 da antiga geração sendo vendido por preços absurdamente menores pela sua desvalorização.

Reflexos na concorrência

obs 5

Não me disseram que tinha que ter 4k!!!

Já existe rumores de que a Microsoft irá lançar uma versão slim do XBOX One ainda em 2016 e que ele teria também capacidade de ter a resolução 4k. Mas o mais temerário dos anúncios, que pode ocorrer já nessa E3, é o desenvolvimento de um console 4 vezes mais poderoso que o XBOX One com o codinome de Scorpio.

Com data de lançamento prevista no mínimo para 2017.

Se isso acontecer meus amigos, teremos o menor ciclo de consoles da história dos games. O console da Nintendo, o NX, já nasceria praticamente morto com o rumor de que rodaria na mesma capacidade do XBOX One original.

Seu bolso sangra? Vai sangrar…

 

Abra seu coração gamer

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s