Resenha: Carcará – Asas da justiça

CarcaLogo


Quando se escuta falar em games brasileiros, a maioria das pessoas torce o nariz, duvidam da qualidade dos jogos, talvez por já ter se decepcionado antes, ou pela falta de tradição do país nessa área. Confesso que eu mesmo fico com um pé atrás quando a produção é nacional, mas mesmo assim faço questão de jogar e tirar minhas próprias conclusões a respeito da obra. Quando comecei a jogar Carcará – Asas da Justiça, eu não tinha expectativa alguma em relação ao game, e graças a isso, me surpreendi de forma bastante positiva.

Nada mais do que a lei

Carca1

Carcará – Asas da Justiça é um game indie nacional, produzido pela Supernova Indie Games inspirado em Phoenix Wright. O jogo é um adventure/visual novel onde você precisa coletar evidências, realizar investigações e resolver mistérios além de batalhar de forma bastante divertida no tribunal.

O jogo começa com o protagonista narrando uma tragédia na sua infância que mudou a sua vida para sempre: a morte da sua avó. E esse fato, tendo as circunstancias explicadas em detalhes ao longo do jogo, é o que faz com que Fábio Carcará se torne um advogado especializado em direitos do consumidor, que tem como ideal defender pessoas que foram enganadas e tiveram seus direitos infringidos.

A história do jogo é realmente muito boa. Os casos se iniciam sempre de forma simples, mas no desenrolar dos julgamentos, as reviravoltas começam a acontecer, revelando intenções, tramas e motivos obscuros de réus e até mesmo de algumas testemunhas. Isso lembra muito aquelas séries policiais e de investigação com plot twists bem bacanas.

Caros colegas

Carca2

Os personagens do game são bastante carismáticos, divertidos e com características únicas, como o advogado Francisco Pavão por exemplo, que tem um visual parecido com o do cantor Falcão. Ou Nina, a estagiária que começa o game menosprezando o protagonista, mas que depois se torna sua parceira, ajudante e porque não dizer amiga, durante a aventura. A história dos personagens: parceiros, clientes, amigos e rivais, seus backgrounds são legais e bem construídos, e isso é um quesito muito importante para o sucesso de qualquer game.

No jogo você vai precisar realizar investigações, coletar algumas evidências e questionar as testemunhas sobre seus depoimentos. Tentando assim expor mentiras através do raciocínio lógico utilizando as evidências que você tem. Apesar do game ser baseado em Phoenix Wright, ele tem mecânicas exclusivas e muita personalidade, e não se limita a ser um simples game que tem como temática “direitos do consumidor”. Muito pelo contrário, o jogo vai muito além disso, desde as ilustrações, diálogos enredo e etc, tudo é muito bom e muito bem feito.

Carcará – Asas da justiça cumpre muito bem o seu objetivo de entreter e divertir, mas ele vai além disso, cumprindo também um outro objetivo que poucos jogos tem, o de ensinar. Sim, ensinar, porque o jogo é também uma aula de direitos do consumidor (mesmo que de forma simplificada), e você vai aprender coisas bem interessantes e uteis que você não sabia sobre os seus direitos.

Levantem-se para o veredicto

Carca3

Eu tive uma ótima experiencia jogando esse game. Foi sem dúvidas uma grata surpresa.  Não é um jogo longo, mas também não é curto e conta com algumas boas horas de jogo. De ponto negativo só consigo apontar um, o fato de não ter uma opção para salvar o game a qualquer momento, tendo que esperar até o jogo chegar ao checkpoint, ou sair e ter que jogar tudo novamente até o ponto em que você parou. Mas isso não afeta em nada a experiência e a diversão do game.

O jogo esta disponível para PC, Mobile e é grátis.

Nota: CarcaNota (4,5 / 5,0)

Abra seu coração gamer

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s